MAMAS

domingo, 7 de fevereiro de 2010
Pois é. Mamas. O tema de hoje é Mamas.
Mamas. As mamas irritam-me. Principalmente as minhas mamas. Porquê? Porque são grandes! Fuck it!
Hoje fui às compras, aproveitar os últimos dias de saldos, blá blá.
Primeiro: Comecei com o que mais detesto fazer. Fui à Tezenis comprar sutiãs. Que frustrante que isso é! Há mil e um sutiãs naquela loja, ora, isso faz com que perca imenso tempo até finalmente escolher um bonito, de preço acessível e, quando finalmente encontro um do meu agrado, pimbas! É pequeno de mais e não existe o meu número ou a minha copa! Isso é tão irritante! Porque raio é que as minhas mamas não podem ser como todas as outras para caberem nos sutiãs que gosto! Sim, não é que alguém vá a andar a ver como são os meus sutiãs, visto que normalmente utilizo alguma camisola por cima, não é? Mas todas as meninas gostam de ter coisas bonitas e confortáveis. Enfim, com isto tudo, para além de perder a paciência à procura de um para-quedas que me sirva, perco tempo. Passado meia hora a experimentar carradas de sutiãs, só escolho um. E não é tão bonito como eu queria! É sempre a coisas coisa, geez.

Segundo: Fui comprar t-shirts, camisas e camisolas. Isto ainda me irrita mais que a história do sutiãs. Porque? Porque a maioria das moças que por ai andam não têm quase nada, então, o que mais se encontra ai à venda são t-shirts com decotes quadrados enormes. Às outras ficam bem, e gostava muito de usar coisas assim. Mas comigo, o que acontece é que tudo se transforma num decote enorme! Não gosto de decotes grandes, eh! Para além dos decotes, à muitas t-shirts giras com bonecos que gosto muito. Hoje fui experimentar uma com o Cocas e a Miss Piggy e adivinhem. As minhas mamas faziam com que a cara do Cocas desaparece-se! Ficava por baixo das minhas mamas. T-shirts com desenhos muito giros, mas que a mim não ficam bem porque as minhas mamas gostam de os comer.
Com isto tudo, fico-me pelas opção de usar só coisas ou lisa, ou com estampados repetitivos. Pronto, uma vez ou outra ou não resisto à tentação de comprar alguma com bonecos ou, por acaso, até me fica bem. Felizmente ainda estamos no Inverno, por isso ainda posso optar por usar gola alta e assim não à decote para ninguém! Mas, da Primavera ao Verão, surge-me outra crise à procura de coisas sem decotes até sei lá onde. Ah! E outra coisa que me irrita é não puder usar daquelas camisolas largas porque as mamas dão a parecer que sou super gorda e que estou grávida.

Resultado: Depois de duas horas e tal a ver roupa (e eu detesto ficar muito tempo em lojas) comprei um sutiã, uma camisola e umas calças.

Agora, para além de tudo isto, as mamas continuam a irritar-me. Porquê? Por vários motivos.

Por exemplo, o meu trauma com as piadas das "Mamas da Sahh". Ganhei este trauma depois de um lanche na casa do Fake com outros amiguinhos em que, durante UMA HORA só se fez piadas sobre a Rita e a Joana. (Sim, eu dei nomes às minhas mamas, tal como chamo às minhas nádegas de Manon e Kaidoh. Short Story actualy.) E quero agradecer o meu trauma ao meu grande amigo de longa data, Seph, por ter feito TANTAS piadas TÃO engraçadas, mas que posso eu fazer já que existe MUITO MATERIAL para se usar e ter uma conversa GRANDE e interessante.
Felizmente essas gracinhas agora já perderam a piada, mas ainda não me escapo aos comentários do Tio Vic: "Fodasse Tia Sahh, quando fores velha, para além de gorda vais ter as mamas até aos joelhos!" e "Isso não são mamas! São sahhcos de banha!"
O Tio Vic é feio e gordo. Não quero saber do que ele diz >:
Mas quando dou abraços às minhas amigas elas têm sempre de dizer: "Porra Sandra! As tuas mamas estão as esborrachar as minhas!"

Irrita-me quando estou a ouvir gajas a dizerem que gostam de meter silicone para ter as mamas maiores. PORRA! QUEM ME DERA A MIM QUE AS MINHAS FOSSEM MAIS PEQUENAS! Se ando, elas saltam. Se salto, elas saltam. Se estou com o período e ando, elas saltam e doem para caralho. Se estou com o período e salto, elas saltam e doem para caralho. So sad :(

Mas o pior de tudo é quando vou sair à noite e tenho porcalhões a olharem para a Rita e para a Joana. Ou os homens das obras. Ou quando falam comigo não me olham para a cara, olham para baixo.

Às vezes penso que se não tivesse estas atrocidades mamárias era mais feliz.


E agora, como acredito que todos acharam este post SUPER interessante, não percam o próximo capítulo! As Crónicas da minha Vagina!

2 comentários:

Capitão Paradoxo | 11 de fevereiro de 2010 às 09:44

Cute Post! Keep it up!

Kudos! ;)

p | 26 de fevereiro de 2010 às 17:08

ahahah it suck to be you :P
ri-me bue com o post!
quando tiveres filhos vais ter de esticar os braços para eles mamarem.
Apre, ainda bem que sou gajo